Indicadores Econômicos

Entramos no último mês de 2022 com um cenário incerto e ainda desconhecido decorrente das incertezas econômicas e do posicionamento político relativo à transição de governo.

E como esperado os resultados do mês de novembro refletiram essa insegurança, acrescida a incerteza econômica global.

Quanto aos resultados computados pelo Instituto Brasileiro de Economia (FGV IBRE), podemos pontuar como destaque a nova baixa de -0,56% do O Índice Geral de Preços – Mercado (IGP-M), chegando a 5,90% no resultado acumulado dos últimos 12 meses, o que dá um pouco de fôlego a renda, pois o índice impacta diretamente no valor dos reajustes da maioria dos contratos de locação no Brasil.

 

O Custo Unitário Básico (CUB/m²) em Santa Catarina (CUB-SC) atualizado em novembro registrou variação positiva de +0,03% fechando R$ 2.633,22.

Para conhecer o cenário ligado ao mercado imobiliário como um todo, extraímos na integra diretamente do site da FGV IBRE os principais resultados dos indicadores econômicos ligados ao setor. Abaixo você tem os principais resultados apurados:

 

O Índice Geral de Preços – Mercado (IGP-M) cai 0,56% em novembro, após queda de 0,97% no mês anterior. Com este resultado o índice acumula alta de 4,98% no ano e de 5,90% em 12 meses. Em novembro de 2021, o índice variara 0,02% e acumulava alta de 17,89% em 12 meses.

 

O Índice Nacional de Custo da Construção – M (INCC-M) varia 0,14% em novembro, percentual superior ao apurado no mês anterior, quando variara 0,04%. Com este resultado, o INCC cumula alta de 9,11% no ano e 9,44% em 12 meses. Em novembro de 2021, o índice subira 0,71% no mês e acumulava alta de 14,69% em 12 meses. A taxa do índice relativo a Materiais, Equipamentos e Serviços passou de -0,21% em outubro para -0,23% em novembro. O índice referente à Mão de Obra subiu 0,53% em novembro, ante 0,31% em outubro.

 

O Índice de Confiança Empresarial (ICE) O Índice de Confiança Empresarial (ICE) do FGV IBRE caiu 6,7 pontos em novembro, para 91,5 pontos, o menor nível desde fevereiro deste ano (91,1 pts.).

 

O Índice de Confiança do Consumidor (ICC) do FGV IBRE caiu 3,3 pontos em novembro, para 85,3 pontos, o menor nível desde agosto (83,6 pontos). Em médias móveis trimestrais, o índice continua avançando 0,5 ponto, para 87,6 pontos influenciado pela alta nos últimos quatro meses.

 

Em resumo, os resultados de novembro foram motivados pela incerteza do momento político atual, bem como sobre as perspectivas para os próximos meses.

Para conhecer mais sobre os indicadores acesse o link: https://portalibre.fgv.br/

#mercadoimobiliario #gestaoimobiliaria #economia #opximoveis #indicadores #brasil

Mais um recorde para Balneário Piçarras!

Faltando 32 dias para o término do ano, Balneário Piçarras supera o maior valor de arrecadação de ITBI (Imposto Sobre Transmissão de Bens Imóveis) já registrado.

O maior valor até então arrecadado foi no ano de 2021, num total de R$27.378.011,85.

Em 2022 já foi arrecado R$27.470.773,62, 0,339% acima do valor arrecadado no ano anterior e 23,18% acima da meta prevista pela Lei Orçamentária Anual (LOA).

Balneário Piçarras vem se destacando no cenário catarinense desde 2019, primeiro ano em que dobrou a arrecadação frente ao ano anterior. Nos dados computados da série, desde 2012, a cidade apresenta crescimento de 1980% na arrecadação de ITBI (Imposto Sobre Transmissão de Bens Imóveis) nos últimos 10 anos.

Balneário Piçarras é destino de investidores, turistas e pessoas que buscam tranquilidade e qualidade de vida no litoral Norte Catarinense.

#litoral #itbi #investimento #balneáriopiçarras #opximoveis #voolsconsultoria #mercadoimobiliário

 

Indicadores Econômicos – Agosto 2022

Quanto as resultados do mês de agosto de 2022, extraímos diretamente do site da FGV IBRE os principais resultados dos indicadores econômicos que estão diretamente ligados ao setor imobiliário. Abaixo você tem os principais resultados e o link para conferir o resultado completo:

 

O Índice Geral de Preços – Mercado (IGP-M) é calculado por uma instituição privada, a FGV, que registra a inflação de preços desde a matéria-prima agrícola, industrial até os bens e serviços finais. O IGP-M é composto por: 60% do IPA (Índice de Preço ao Produtor Amplo ou ao Atacado), 30% IPC (Índice de Preços ao Consumidor) e 10% INCC (Índice Nacional do Custo da Construção).

Em julho obteve uma alta de 0,21%, porém em agosto caiu 0,70%, com isso acumulou até agora alta de 7,63% neste ano e 8,59% nos últimos 12 meses. A influência da baixa nos combustíveis foi um dos fatores que contribuíram para esses números.

 

O Índice Nacional de Custo da Construção (INCC) neste mês sofreu uma variação de 0,33%, abaixo de julho, que registrou 1,16%. Os três grupos componentes do INCC registraram as seguintes variações na passagem de julho para agosto:

Materiais e Equipamentos (0,62% para 0,03%),
Serviços (0,49% para 0,68%) e
Mão de Obra (1,76% para 0,54%).

 

O Custo Unitário Básico (CUB/m²) em Santa Catarina (CUB-SC) atualizado registrou:

Residencial Médio –
Mês de Referência: Agosto/2022 para ser usado em: Setembro/2022
R$/m² 2.623,42
Variação Percentual 0,78%

Comercial Médio –
Mês de Referência: Agosto/2022 para ser usado em: Setembro/2022
R$/m² 2.849,14
Variação Percentual 0,77%

 

O Índice de Confiança Empresarial (ICE) é calculado pela FGV IBRE e sonda os setores Industrial, de Serviços, Comércio e da Construção. Em Agosto subiu 2,2 pontos, indo para 100,7 pontos, maior nível dos últimos 12 meses (102,5 pts.). Com base nas médias móveis trimestrais, o indicador mantém pelo quinto mês seguido a tendência em alta.
Dados favoráveis desde o começo da pandemia, os quatro setores seguem melhorando o nível da confiança porém com cautela.

 

O Índice de Confiança do Consumidor (ICC) também divulgado pela FGV IBRE teve alta de 4,1 pontos em agosto, para 83,6 pontos.Com base nas médias móveis trimestrais o índice subiu 2,7 pontos, para 80,7 pontos.
Sendo uns dos fatores a melhora na expectativa dos próximos meses, o aumento de compras e a desaceleração da inflação.

 

Fontes: portalibre.fgv.br    sinduscon-fpolis.org.br

 

Sobre o Instituto Brasileiro de Economia (FGV IBRE)

O Instituto Brasileiro de Economia (FGV IBRE) foi criado em 1951. É a unidade da Fundação Getulio Vargas (FGV) que tem por missão pesquisar, analisar, produzir e disseminar estatísticas macroeconômicas e pesquisas econômicas aplicadas, de alta qualidade, que sejam relevantes para o aperfeiçoamento das políticas públicas ou da ação privada na economia brasileira, estimulando o desenvolvimento econômico e o bem-estar social do país.

Desde a sua criação, o FGV IBRE desenvolve estudos socioeconômicos, pesquisas, análises e diversos indicadores baseados no levantamento de dados econômicos, financeiros e empresariais. Entre as estatísticas econômicas produzidas pelo IBRE destacam-se os índices de preço e os indicadores de tendências e ciclos de negócio, de ampla utilização por estudiosos, analistas da economia brasileira e gestores na esfera pública e privada.

Para conhecer mais acesse o link: https://portalibre.fgv.br/

 

Resultados Econômicos – Julho 2022

Você conhece o INSTITUTO BRASILEIRO DE ECONOMIA (FGV IBRE)?

O Instituto Brasileiro de Economia (FGV IBRE) foi criado em 1951. É a unidade da Fundação Getulio Vargas (FGV) que tem por missão pesquisar, analisar, produzir e disseminar estatísticas macroeconômicas e pesquisas econômicas aplicadas, de alta qualidade, que sejam relevantes para o aperfeiçoamento das políticas públicas ou da ação privada na economia brasileira, estimulando o desenvolvimento econômico e o bem-estar social do país.

Desde a sua criação, o FGV IBRE desenvolve estudos socioeconômicos, pesquisas, análises e diversos indicadores baseados no levantamento de dados econômicos, financeiros e empresariais. Entre as estatísticas econômicas produzidas pelo IBRE destacam-se os índices de preço e os indicadores de tendências e ciclos de negócio, de ampla utilização por estudiosos, analistas da economia brasileira e gestores na esfera pública e privada.

Para conhecer mais acesse o link: https://portalibre.fgv.br/

 

Quanto as resultdos do mês de julho de 2022, extraímos diretamente do site da FGV IBRE os principais resultados dos indicadores econômicos que estão diretamente ligados ao setor imobiliário. Abaixo você tem os principais resultados e o link para conferir o resultado completo:

 

O Índice Geral de Preços – Mercado (IGP-M) variou 0,21% em julho ante o mês anterior, com este resultado o índice acumula alta de 10,08% em 12 meses. https://portalibre.fgv.br/noticias/igp-m-varia-021-em-julho

 

O Índice Nacional de Custo da Construção – M (INCC-M) subiu 1,16% em julho. Com este resultado, o índice acumula alta de 11,66% em 12 meses. A taxa do índice relativo a Materiais, Equipamentos e Serviços passou de 1,40% em junho para 0,60% em julho. O índice referente à Mão de Obra variou 1,76% em julho. https://portalibre.fgv.br/noticias/incc-m-sobe-116-em-julho

 

O Monitor do PIB-FGV aponta retração de 0,8% na atividade econômica em maio na comparação com abril, considerando-se dados com ajuste sazonal. Na comparação interanual a economia cresceu 4,4% em maio e 3,7% no trimestre móvel findo em maio. https://portalibre.fgv.br/noticias/monitor-do-pib-fgv-aponta-retracao-de-08-na-atividade-economica-em-maio

 

O Índice de Confiança Empresarial (ICE) do FGV IBRE subiu 1,4 ponto em junho, para 98,8 pontos, maior nível desde outubro do ano passado (100,4 pts.). Com o resultado, o indicador registra um crescimento acumulado de 7,0 pontos no segundo trimestre de 2022, após recuar 8,2 pontos nos dois trimestres anteriores. https://portalibre.fgv.br/noticias/confianca-empresarial-sobe-14-ponto-em-junho-e-registra-sua-quarta-alta-consecutiva

 

O Índice de Confiança do Consumidor (ICC) do FGV IBRE variou 0,5 ponto em julho, para 79,5 pontos. Em médias móveis trimestrais, o índice subiu 0,3 ponto, para 78,0 pontos. https://portalibre.fgv.br/noticias/confianca-dos-consumidores-avanca-05-ponto-em-julho

 

Indicadores de tendências e ciclos de negócio são importantes para que possamos entender o cenário onde estamos inseridos, e esse conhecimento de mercado permite que possamos levar mais conhecimento e informação para nossos clientes.

 

Fonte: IBREFGV. INSTITUTO BRASILEIRO DE ECONOMIA (FGV IBRE) Disponível em: https://portalibre.fgv.br/, consultado em 30/07/2022 as 09:12h.